Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

!i!i Francisco Fiúza o Blog i!i!

Um blog sobre... o que me vai na alma, ou então não!!

Opinião: contratos do séc. XXI

Francisco Fiúza, 03.04.19

Estava eu no meu trabalhinho entregando a correspondência às pessoas quando o meu telemóvel toca, era um numero que não estava na minha lista, quem seria? A senhora apresentou-se a dizer que era por parte de uma empresa do mercado liberalizado de electricidade, a propor que aderisse ao plano deles que ofereciam o valor igual todos os meses e ainda me ofereciam um mês de luz. Ao que eu disse que não estava interessado, e o contrato não estava em meu nome. assim, que eu disse que não era o titular, queriam que eu desse o numero do telefone deste para tentar captar cliente, pois claro, eu neguei. Então voltou outra vez o foco na minha pessoa a dizer que só mudava o dono do contrato porque quem daria a energia seria a edp comercial, e nem precisaria mudar o contador.

Pensamento meu:

O meu vizinho tem um borrego que o quer vender-me por 50 euros, mas o outro meu vizinho consegue vender o borrego do primeiro vizinho por 25 euros.

Como é isto possível, mesmo a edp sendo distribuidor das outras empresas do mercado, as outras conseguem preços melhores que a edp.

O preço da edp transparece o preço da produção + rede de distribuição, e o lucro da empresa sendo maior ou menor consoaste seja distribuidor final ou intermédio, mesmo assim as outras empresas conseguem um valor mais pequeno para o consumidor final que a empresa que os fornece...

Opinião: chamadas de call centers

Francisco Fiúza, 17.10.08

Situação 1:

Ontem à tarde recebi uma chamada telefónica de um call center, apresentando-se como uma empresa da área do ambiente (nr de telefone 00001005 - nada suspeito...), o que eles propunham, era que eu respondesse a uma pergunta sobre os ecopontos e ganharia um premio surpresa no valor de 200 euros, e que a recebia em casa pelos ctt, não tendo que pagar nada (frisando isto), eu para ver onde aquilo chegava respondi à pergunta (que cor tem os ecopontos?) ao que deram três hipóteses (1-vermelho, azul, verde; 2-amarelo,azul,verde; 3-amarelo,azul,cor-de-rosa), eu dei a segunda resposta, como era a certa deram-me um numero para onde teria que ligar, mal acabasse aquela chamada, para dar a minha morada completa, o meu nome. Apontei o numero, porque o tive que repetir a ver se tava certo. Logo, que a senhora desligou, eu.... (não se assustem, que não fiz a parvoice de ligar, até porque o numero era um bucado suspeito também (começava por 66...).) Amachoquei o papel, e arquivo com ele.

 

Situação 2:

Na quarta feira ligaram-me (este sem numero visivel) da Axa seguros, para eu responder a umas perguntas sobre a satisfação com a seguradora, ao que respondi logo que não tenho e nunca tive alguma especie de seguro com esta, o mais engraçado é que o inquiridor tinha o meu nome correto (que estranho).

 

Situação 3:

No mesmo dia, à hora de jantar, ligam-me do BES também para fazer um inquerito de satisfação visto que sou cliente há um ano, este claro fiz, mas a mulher parecia um robot a debitar-me as perguntas, até ouve uma pergunta que eu não sabia o que se tratava, e perguntei a ver se me sabia explicar, limitou-se a dizer a pergunta mais devagar... eu respondi, mas ainda não sei o queria dizer com aquilo.

 

Estes são só os mais recentes casos, porque como imaginam, houve N telefonemas destes, que dizemos logo que não estamos interessados e acabou.

 

Isto para dizer que, a meu ver no primeiro caso, limtaram-se a abrir a lista e deixa cá chatear este, a ver se cai nesta burlisse. (eles disseram que representavam uma empresa de ambiente, mas a unica coisa de ambiente que se falou foi a cor dos recipientes), e depois tinha eu que ligar para um numero estranho para dar-lhes os meus dados pessoais?? está calor... só uma pessoa com os olhos tapadinhos, não veria que era burla.
 

No segundo caso, Senhores da Axa vejam lá bem a vossa lista de clientes que isso está um pouco desorganizado, os meus seguros estão todos no BES, mesmo que esta instituição bancaria tenha acordo com a seguradora, os clientes respondem como clientes da BES Seguros e não da AXA.

 

No terceiro caso, se querem fazer inqueritos sobre o contentamento dos clientes metam alguem a fazer esses inqueritos que perceba o que está ler, nem que façam um cursointensivo sobre esses assuntos das perguntas,e outra sugestão as pessoas para ser objectivas, não precisam de ler o texto tipo maquinas.

 

Isto para alertar as pessoas sobre estes telefonemas, um pouco estranhos, e também para reafirmar que ninguém dá nada a ninguém